Doutor Estranho [Review]: Depois de três de filmes de heróis hipsters, Marvel já pode pedir música no Fantástico

A Marvel sempre está tentando se reinventar. Desde que estourou o primeiro filme dos Vingadores, a Marvel tenta solidificar novos heróis e fazer novos hits, enquanto que procura, com estes heróis desconhecidos, atrair fãs que já se cansaram da fórmula Vingadores/Vingadores: A Era de Ultron/ Capitão América: Guerra Civil. A esquemática parece tão previsível que, desde 2014, temos um novo herói de nicho sendo introduzido a este universo (Guardiões da Galáxia em 2014 e Homem-Formiga em 2015). Será que Doutor Estranho conseguiu ser bom o suficiente para ganhar o posto de Filme Marvete Hipster do ano? Ou a tentativa de introduzir mágica ao mundo completamente científico da Marvel caiu por terra?

de

[Aviso: Spoilers]

A Trama

Como mestre das artes místicas e mago supremo da Marvel, é difícil imaginar o Doutor Estranho antes da magia atingir sua vida. Talvez por isso que o filme ser uma história de origem estranhe trocadilhos a parte num primeiro momento. O fato é: desde logo a Marvel já te deixa de queixo caído e isso não é pouca coisa. Para um estúdio que parecia estar requentando ideias com os filmes de personagens mais famosos (tirando Capitão América 2, é claro), Doutor Estranho é um ponto fora da curva maior que Guardiões e Homem-Formiga.

E onde reside este aspecto, especificamente? Na magia e na seriedade.

Sendo o Universo Cinematográfico da Marvel recheado de cientificismo, rendo praticamente todos os acontecimentos ficcionais uma explicação científica, choca o fato de a Anciã ensinar nosso herói que algumas coisas simplesmente não tem explicação. Isto é incorporado ao filme de forma natural, apesar de usar como saída preguiçosa para deixar furos, como o crescimento das habilidades místicas do Strange.

Quanto a seriedade, este é um dos primeiros filmes da Marvel que se leva a sério, no sentido que, mesmo o filme sendo engraçado, você consegue sentir toda a tensão do conflito (diferente de coisas como Thor, Homem de Ferro 3, Vingadores: A Era de Ultron e Capitão América: Guerra Civil, não é mesmo?). A Marvel prometia fazer um épico a la Vingadores desde 2013 e finalmente lançou um filme que se aproximou disso.

A única grande falha é do meio para o fim do roteiro, que fica bastante acelerado, e soa desleixo com um filme com capacidade de ter um roteiro bem fechadinho – uma desvantagem de fazer de fazer uma introdução super elaborada para Strange – mas nada que torne o filme necessariamente ruim.

Os Personagens

O Doutor (a.k.a. Sherlock) ficou simplesmente perfeito. Ele está para o Doutor Estranho assim como Robert Downey Jr. está para o Homem de Ferro. Eu podia ficar rasgando seda aqui pra ele e pra atuação dele, mas a última frase resumiu bem minha opinião.

O vilão (a.k.a. Dr. Hannibal) não é particularmente um personagem forte tanto que eu nem me dei ao trabalho de pesquisar o nome dele pra relembrar, mas está bem melhor do que os últimos vilões da Marvel tiveram a oferecer. Nada no nível do Loki, mas também não chega a ser um Barão Von Strucker da vida.

A “mocinha”, Rachel Palmer (a.k.a. Regina George), é uma das melhores da Marvel chupa Pepper! justamente por ser ativa na trama e importante por seus próprios méritos e até para a sobrevivência dos magos (nada como uma enfermeira da emergência de plantão pra dar uma força, não é mesmo??).

A Anciã (a.k.a. A Feiticeira Branca) é simplesmente incrível e roubou toda a cena. Um dos melhores acertos na produção do filme foi trocar o sexo do mentor (nos quadrinhos o Ancião é um homem), porque ter apenas Rachel McAdams como protagonista feminina seria bem desagradável. E ainda colocar ela como a Maga Suprema da Terra?? Como não amar?? Ponto positivo para um gibi dominado por personagens masculinos.

Wong (a.k.a. Kublai Khan), o parceiro cômico sério, foi ideal para as piadinhas marvetes do filme sem soar cansativo nem forçado como o Homem de Ferro certos heróis…

O pior de todos acabou sendo Mordo (a.k.a. o protagonista de 12 Anos de Escravidão) que não convenceu muito, ainda mais no final da trama… Mas esse radicalismo todo dele faz sentido, ainda mais se contrapondo com a flexibilidade do Doutor. Afinal, nos quadrinhos mordo é a Bruxa Má do Oeste o grande vilão do Doutor Estranho, então num próximo filme é bem capaz que seja ele o arqui-inimigo (graças a deus!!!).

O engraçado é perceber o investimento que a Marvel fez para esse filme dar certo. De todos os nomes principais do elenco, só o Wong não foi premiado pela crítica especializada, tanto do cinema quanto da tv. Agora a escolha da Brie Larson pra fazer a Capitã Marvel não parece tão esquisita não??

O que o filme agregou para a Guerra Infinita?

Com o olho de Agamoto contendo a joia do infinito que faltava, já sabemos a localização de todas as joias do infinito que o Thanos já pegou ainda vai roubar:

  • Joia do Espaço (Azul) – Está teoricamente sendo guarda por Heimdall em Asgard
  • Joia da Mente (Amarela) – Está na cabeça do Visão
  • Joia da Realidade (Vermelha) – Estava no Museu do Colecionador, mas como o lugar meio que explodiu em Guardiões da Galáxia, já deve estar com Thanos a essa hora
  • Joia do Poder (Roxa) – Está sendo guarda pela Cruela Tropa Nova
  • Joia do Tempo (Verde) – O filme nos revelou que a está amuleto O Olho de Agamoto, guardada em Kamar-Taj, esporadicamente no pescoço do Doutor…
  • Joia da Alma (Laranja) – Ainda sumida por aí… Bem capaz de aparecer em Thor 3 ou nos Guardiões 2…

Veredito

Doutor Estranho é uma brisa fresca para os últimos filmes da Marvel. Mesmo não sendo engraçado como Guardiões da Galáxia ou Homem-Formiga, o filme tem seus méritos pela brisa mágica e pelos atores de alto calibre que compõe o elenco. Certamente, mesmo com o roteiro um pouco corrido, foi um acerto da Marvel…

Uma pena que vai ser o último filme solo novo até o Pantera Negra… O jeito é torcer para Guardiões 2 fazer o papel de filme herói hipster do ano que vem, porque, sinceramente, se for pra depender de Thor 3…

Cena Pós-Créditos

Falando no martelinho, a primeira cena pós-créditos deu ótimas pistas para o próximo filme do Thor e até conseguiu dar um pouco de hype pra um filme que 99% dos geeks em geral acham que vai ser horrível.

A cena é simples: o Doutor Estranho (já todo emperiquitado no posto de Mago Supremo), conversa com Thor para avisá-lo para sair da Terra o quanto antes, porque os asgardianos são uma ameaça e tals… O que Thor responde é que vai sair em busca de Odin, o que significa: já sabem que Loki tá se fingindo de Odin em Asgard (como mostrou a cena pós-créditos de Thor 2)!!!!!

Agora, se isso é só coisa que o Thor sabe, ou se no meio termo desses últimos filmes Asgard esteve em uma verdadeira Guerra Civil por conta das mentiras de Loki é algo que só saberemos ano que vem… É torcer pra ser pelo menos “legalzinho” o filme… @.@’

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s