[Album Review/Fanfic] LOONA/yyxy – Beauty & the Beat (ou Começam os embates entre as que desejam o retorno do loonaverso e as que sonham com seu fim!!)

ANTERIORMENTE EM LOONA… Olivia, a anja demoníaca, foi revelada como a verdadeira causadora do fim do antigo loonaverso, mascarando sua responsabilidade no descontrole dos poderes de Go Won na época, em uma tentativa de impedir o aumento de poder da Yves, que até construiu um falso relacionamento entre JinSoul e Olivia para assegurar sua vitória. Agora, em coluio com Heejin, uma das irmãs wiccas de sangue, Olivia fez um acordo com Go Won, a Bruxa das Dimensões, para obter informações sobre as desaparecidas Yeojin, Choerry e JinSoul, enquanto os times de Yves, que procura impedir o retorno do loonaverso, e HaSeul, que procura restaurá-lo, se preparam para se enfrentar.

File:Yyxy Beauty & The Beat Leg Teaser.png

Tracklist:

  1. Dal Segno
  2. Love4eva (feat. Grimes)
  3. Frozen
  4. One Way
  5. Rendevouz 18.6y

Em uma nova tentativa de misturar uma Album Review com Fanfic, eu resolvi intercalar as análises das faixas com o desenrolar da estória, num novo mix de categorias que ainda dará as caras aqui no Aquário Hipster toda vez que tivermos álbuns conceituais onde todas as faixas conseguem se inter-relacionar entre si por meio de uma narrativa.

Senta que lá vem a estória…

Dal Segno abre o álbum mantendo a qualidade das intros dos EPs do LOONA, desta vez em um tom alto astral, começando com um som mais orgânico de violão e estaladas de dedos até desembocar o eletrônico com palavras indecifráveis em inglês, lembrando um pouco a sonoridade que marcou os solos de Yves e Olivia.

Já fazia um tempo considerável que Olivia observava cada passo de Yves, Chuu e Go Won. Nada havia acontecido. Toda a excitação de meses atrás havia se dissipado com o decorrer das areias do tempo. O acordo com a Bruxa das Dimensões não havia trazido nada de inovador. Yves estava preparando o terreno, óbvio, mas nenhuma medida estava prestes a ser posta em prática. Eram dias e mais dias de discussões e planos. Muitos deles em como encontrar Olivia. Nada sobre Choerry, nada sobre JinSoul e nada sobre Yeojin. Simplesmente uma grande perda de tempo! O mistério preenchia todos os cantos do casarão de Go Won.

Na verdade, quase todos. Olivia havia se infiltrado nas sombras do palacete. O mais próximo possível de Yves e Chuu. Era a melhor forma de agir. Se ela e Heejin permanecessem tempo demais se escondendo por dimensões, mesmo sendo furtivas, logo logo Yves e HaSeul iriam desconfiar que algo no firmamento estava errado. E este era o aviso necessário para que o plano da dupla fosse destroçado.

Até mesmo por conta disto, a comunicação entre as duas tinha de ser limitada. HaSeul acreditava que Heejin estava ao lado dela, assim como HyunJin e Vivi. A fada da neve era por demais detalhista para notar qualquer passo em falso. A delicadeza do momento era crucial.

Pelo menos até o dia em que Yves decidisse investir contra HaSeul.

 

Confesso que tive alguns problemas com o lançamento de Love4eva: (I) o clima é muito aegyo comparado ao apocalipse que vimos em Olivia, (II) o clipe contando o que teria acontecido no Eden e o motivo de Olivia detestar a Yves teve muito menos profundidade e referências do que todos os solos do grupo, que acabou sendo a unit que mais apostou nas referências de fanfic, e (III) a parte da Grimes é tão pequena que é até estranho chamarem isso de feat.

Fora estes pontos, eu até que gostei do single e do clima Gee/Very Very Very que evocou,  trazendo um aegyo mais orgânico visualmente, tendo só uma pitadinha de açúcar ao invés de uma xícara toda, o que acabou deixando um pouco menos estranho a participação de Yves nele e diferenciou dos mil e um aegyos que a gente já viu/vê e se tornam cada vez mais recorrentes no k-pop. As batidinhas eletrônicas de videogame meio que misturaram o som de Yves e Olivia com a estética fofa de Chuu e Go Won, trazendo um pouco a ideia de união de solos que as units do LOONA parecem estar propondo a partir dos seus singles.

Para a fanfic, eu acabei me baseando um principalmente nos versos da Chuu, onde ela fala com todas as palavras que está com o coração derretidinho pela Yves xD

“É chegada a hora de investirmos contra a certinha da HaSeul!”, Yves gritou, no famigerado dia onde a batalha finalmente iria começar.

Resultado de imagem para loona yyxy love4eva gif

“E que causou essa súbita mudança de ideia, Yves?”, retrucou Chuu.

“A Lua está quase no ponto. A fadinha nojentinha vai vir atrás de nós de todo o jeito. Agora que tudo já está nos conformes”, a anja virou o olhar para Go Won, que permanecia com uma postura observadora e calada, como sempre fez.

“Não creio que você escondeu de mim uma parte do plano!, Chuu esbravejou, “Como você quer que tenhamos uma linda história de amor se você faz segredos comigo?!”

“Ah, para com isso, Chuu”, Yves riu. Chuu não sabia dizer se seus comentários eram entendidos enquanto piada ou de forma séria. Sabia que não tinha qualquer esperança em conquistar a anja competindo com Vivi, mas, já que a robô estava fora de cena por enquanto, era bom aproveitar.

É, Yves não era a única que tinha seus segredinhos…

O caminho para a morada de HaSeul era complexo. Enquanto que o time de Yves se escondia em um casarão entre as dimensões, a fada da neve e seus asseclas se encontravam numa dimensão bem específica, mas muitos, muitos séculos atrás. Os passos de Olivia foram tão lentos que quase perdeu as outras em meio aos saltos temporais. Se Yves descobrisse sua posição agora, estaria perdida!

Era uma opulência sem igual observar o palácio brilhante de HaSeul em meio aos campos verdejantes de Budapeste. Uma visão, no mínimo, not…

“Mas, pera um pouco!”, Chuu exclamou, antes de entrarem no castelo, “A HaSeul não era a fada da neve?! Achei que a gente ia acabar na Era do Gelo e cá estamos num campo europeu de piquenique… Qual é a lógica disso?!”

“Querida Chuu,”, Go Won começou a responder, “tudo faz parte da mesma ilusão. Frio e calor não passam de meras sensações momentâneas de seres inferiores. Não se preocupe com lógica, assim que realmente entrarmos nos domínios da fada da neve, você passará a sentir frio.”

“Yves”, Chuu sussurou, tentando, inutilmente, impedir que a Bruxa das Dimensões a ouvisse, “é só impressão minha ou a Go Won me chamou de ser inferior?!”

A anja apenas sorriu. E aquele ato foi o suficiente para as batidas do coração de Chuu acelerarem ao ponto de derreterem o frio de HaSeul em seu inconsciente.

Frozen foi a salvação para este capítulo da fanfic não se tornar uma prequel do que teria acontecido no Éden, principalmente pelas referências na letra de libertação pelo amor a uma terra de gelo, que me fez associar imediatamente a HaSeul, a grande rival do time Yves para o retorno do loonaverso. Meu verso preferido foi: “Eu, que estou presa dentro do castelo de gelo, apenas reajo a você/Porque a chave é o seu calor”.

A batida se apoia em uma espécie de aegyo explosivo encontra tema de olimpíadas, em que os sintetizadores eletrônicos conseguem variar por toda a faixa, dando-a um caráter mais sóbrio durante os versos e um super agudo no refrão. Não pude deixar de me lembrar de Frozen e sua inesquecível Let It Go, mas foi uma boa b-side que conseguiu manter o tema eletrônico fofo que, querendo ou não, Love4eva criou para o álbum.

Olivia observava aquilo com nojo. Seu lado demoníaco queria sair das sombras e rasgar aquele sorriso de falsas esperanças que estampava o rosto de Yves desde tempos imemoráveis. Respirou fundo. Seu lado angelical tinha de domar a situação. No momento em que elas adentrassem os portões do castelo, HaSeul apareceria. Com ela, provavelmente, estaria Heejin. Já fazia tanto tempo que não conseguiam se comunicar… Será que ela havia descoberto alguma coisa sobre Yeojin, Choerry ou JinSoul?

“Ora, ora, ora… Se não é a anja menos angelical de todo o Paraíso?”, uma voz ecoou, abrindo os portões do castelo, antes mesmo que qualquer uma delas a tivesse tocado.

“Se não é a fadinha irritante…”, Yves disse para a profundidade onisciente por trás da escuridão do castelo, “apareça se tiver coragem! Vamos acabar com isto de uma vez por todas!”

“Não sou impulsiva como você, poupe-me”, HaSeul retrucou, agridoce, “abrir-me, em campo aberto, para uma das fundadoras mais poderosas do loonaverso…”

“Achei que teria interesse em saber onde se encontra sua afilhada da realeza…”

“Não cairei em seus truques! Estou muito mais perto de encontrar Yeojin do que você imagina!”

“Nada disso adiantará se a vampira a encontrá-la primeiro.”

Olivia pode escutar a projeção da voz de Haseul embasbacar. Aquele devia ser um segredo que só Yves fora capaz de lembrar. As verdadeiras identidades místicas por trás das integrantes do Círculo Bizzaro do Olho. Pelo menos agora sabia que Choerry havia despertado completamente e estava ao encalço de Yeojin. Apenas sua antiga amada, JinSoul, permanecia com o paradeiro desconhecido… Seu lado demoníaco mal conseguia conter sua frustração.

“Chega! Cansei de seus enigmas Yves! Vir diretamente até meus domínios foi o seu fim!”

Uma risada cínica ecoou pelos lábios de Yves. Era claro que a fada nada de muito sério poderia fazer se realmente estivesse a uma distância segura. Ainda mais contra uma anja como ela…

“Yves, eu tomaria cuidado se fosse você”, a voz de Go Won disse, desvanecendo-se no ar. Quando Yves se deu conta, os olhos de Chuu brilhavam gelidamente, e sua grande amiga humana apontava uma flecha para ela.

Go Won havia sumido.

“Achou mesmo que eu não estaria preparada?”, HaSeul ria, “Muito antes de você encontrar Chuu, eu a presenteei com uma pequena surpresa mágica. Sua mente está presa em meu labirinto de gelo. A vida dela é minha!”

One Way é uma baladinha by the numbers, como um sneak peek do futuro álbum de baladas que o LOONA lançará ano que vem. Como uma das primeiras baladinhas mais lugar comum desde Aroud You e Let Me In, colocar algo assim no meio do EP, principalmente em uma unit que ficou ligada com um som de breaks eletrônicos, soou deslocado. A baladinha em si não é ruim, conseguindo sair um pouquinho do marasmo mesmo falando do tema romântico óbvio que o título sugere. Nada de muito especial, mas nada que agrida seus ouvidos.

Ambos os lados de Olivia não evitaram em pensar que aquela era uma atitude muito maquiavélica para uma fada…

“Olivia!”, Go Won sussurou, ao pé de seu ouvido, “Você tem de sair daqui… O controle mental de Chuu não é a única surpresa de HaSeul.”

“O que está querendo dizer?”, Olivia retrucou, “Você que avisou que Yves viria aqui e deu o tempo necessário para HaSeul se preparar, não?”

“Isto não importa!”, Go Won retrucou, “Desde que cheguei aqui, senti algo estranho, como se alguma coisa faltasse”

“E você só me diz isso agora?! Que é?”

Ao fundo, Yves desviava das flechas de gelo de Chuu, completamente confusa sobre qual caminho seguir. Deveria atacar sua grande amiga para alcançar HaSeul? O feitiço da fada teria alguma brecha?

“Não há ninguém aqui. Não sinto a presença de Haseul, das irmãs wiccas, da robô ou até mesmo de Kim Lip. É como se nós fôssemos as únicas aqui!”

“Está querendo dizer que caímos em uma armadilha?”

“Provável…”

“Mas por quê está aqui? Por quê não tá tentando descobrir o que está acontecendo?”

Um sorriso firme se envergou no rosto de Go Won. Naquele momento, seria impossível não definí-la enquanto bruxa.

“Porque eu queria ver sua expressão quando descobrisse que fui eu que a prendi.”

Resultado de imagem para loona yyxy gif

E assim, a figura de Go Won desapareceu. Tão rápido como o farfalhar do bater de asas de uma borboleta.

Rendezvous 18.6y é, de longe, a faixa mais interessante de todo o álbum, seja pela letra ou pela melodia. Se aproximando um pouco mais do conceito retrô do solo de Chuu, mas adicionando uns sons meio hipsters de uns instrumentos que eu simplesmente não consegui identificar e uns sintetizadores de leve, este é o tipo de sonoridade que eu esperava da unit desde o começo, mesmo se ela fosse para um caminho mais fofo e menos dark.

A letra vale dar uma conferida na íntegra, com figuras de linguagem envolvendo a sensação de deja vu que se relaciona com a famigerada Fita de Mobius e a lua, o simbolo que o grupo parece que adotará quando se reunir por completo. Meu verso preferido foi: “o espaço abriu no momento de abertura dos olhos/Vamos ficar na lua”.

Yves havia finalmente descoberto a melhor maneira de agir. Jamais admitiria que subestimou a inteligência da fada, mas claramente ia tomar mais cuidado com seus próximos movimentos.

“Chega dessa bobeira!”, a anja exclamou, “Tenho que de agradecer Haseul, você realmente acabou facilitando meus objetivos…”

“O que está dizendo?”, a voz de HaSeul agora ecoava por entre as palavras frias de Chuu.

“Matando uma das doze luas, o loonaverso jamais retornará. São necessários os cinco elementos.”, um riso seco escapou ao final da frase, “se eu matar Chuu, meus objetivos se cumprirão facilmente… Como não pensei nisso antes?”

“Só pode estar blefando!”, HaSeul exclamou, “Esta ser humana é o único ser do planeta com a qual você se importa… Até mesmo a robô que você dizia amar foi manipulada em seus estratagemas para aprisionar minha afilhada e o Círculo Bizarro do Olho”

Yves estava estática. Mantinha a mão esquerda a frente de seu corpo, firme como um canhão. Um globo de luz intensamente branca se formava em sua palma. Era claro que aquela era a bala que atravessaria o frágil corpo humano de Chuu.

“É até patético você achar isso…”, a anja disse. E liberou a rajada de luz em direção a sua grande amiga. Sua ajudante. Sua possível história de amor. HaSeul tinha de ser burra o suficiente para cair naquela encenação e liberar seu controle de Chuu…

Olivia, nas sombras, estava em choque. Que armadilha era aquela? O que Go Won havia feito? Será que era um blefe? De repente, todos aqueles pensamentos lhe pareceram familiares, já havia… Meu Satã! Go Won as havia aprisionado em um looping temporal!

O raio luminoso de Yves atingiu o corpo de Chuu com a intensidade branca de milhares de sóis em explosão. A luz se expandiu por todo horizonte, mascarando as lágrimas que saiam dos olhos da anja e apagando tudo que havia acabado de acontecer. Pouco depois, como há alguns momentos antes, no mesmo local, Yves acreditava que tinha acabado de chegar aos domínios de HaSeul, acompanhada de Chuu e Go Won, assim como Olivia acreditava que ainda passara sem ser percebida nos meandros do tempo.

Resultado de imagem para loona yyxy love4eva gif

As duas eram as únicas que realmente se encontravam naquela realidade, que tendia a repetir, até o fim dos tempos, aqueles poucos minutos, aprisionando a anja e a anja demoníaca por tempo o suficiente para que a fada da neve e a Bruxa das Dimensões alcançassem seus objetivos.

conclusc3b5es-loona-go-wonBeauty & the Beat foi um álbum bem desapontador para mim. Provavelmente isto se deve ao hype e das expectativas para um bom material para a Saga do Loonaverso, mas é nítido que muita coisa que poderia ter sido feita, não foi. No fim, só Rendezvous18.6y realmente se salvou e foi memorável. Mesmo love4eva teve uma sensação estranha, já que a melodia e o estilo é algo que não se imagina imediatamente associada a marca LOONA, sem contar que tira um pouco da iconicidade da unit, que parecia, até aqui, estar se propondo a lançar sons que ninguém mais havia tentado até então. Simplesmente, uma pena… Eu só espero que o repackage seja muito bom e consiga dar alguma coesão pra essas faixas aí, porque, olha tá meio difícil…

Logo a Saga do Loonaverso continua… Será que Yves e Olivia escaparão do looping temporal?? Por que que Go Won fez isto?? Que segredo é este da Chuu?? Por que Yves chamou Choerry de vampira??

 

7 comentários

  1. Sou meio suspeita pra falar de Loona pq sinto que sou muito biased, mas apesar de ter amado as músicas tbm estava esperando um conceito diferente pra unit e quase tive um susto quando a vozinha açucarada da grimes começou a falar no meu ouvido.. acho que o repack vai ser melhor de qualquer jeito e dar uma real continuação pra história ou mesmo explicações sobre oq tá acontecendo já que até agora as units seguiram essa lógica de um conceito mais leve seguido de um mais dark
    ah e nossa muito criativa essas suas fanfics hein??! Nunca que eu ia pensar em enfiar a haseul no meio da história! esse final foi meio tenso, estou no aguardo do resto

    Curtido por 1 pessoa

    • Estou na esperança do repack ser melhor mesmo, já tava super ansioso pra ver o que ia acontecer depois que a Olivia e a Heejin se encontraram @.@’ Mas bola pra frente kkk Consegui usar das letras do álbum pra continuar a fanfic, pelo menos kk
      Muito obrigado pelo elogio ^^ Fico feliz que esteja gostando… Quando vi que uma música se chamava Frozen, eu acabei ligando imediatamente a HaSeul kkkk Assim que o repack lançar, a Saga do Loonaverso continua aqui no Aquário Hipster xD

      Curtir

  2. Fanfic bem tensa (no bom sentido)… de alguma forma, não consigo ver as loonas como inimigas, mas a ideia é interessante. E quem acompanha o LOONA TV deve ter adorado a HaSeul associada ao gelo (rainha do pé frio na previsão do tempo).

    Gostei do EP musicalmente, embora love4eva tenha demorado um pouco pra descer comigo. Agora, o que me impressionou foi ler hoje as traduções das letras; é quase como se as faixas desse álbum formassem um ciclo: love4eva sendo a paixão juvenil, frozen a consumação da paixão (várias partes da letra me fazem pensar que ela fala da primeira vez da pessoa), one way é a tristeza e a negação quando depois de se entregar a pessoa é dispensada, e finalmente rendezvous 18.6y parece mostrar a descoberta do amor próprio, que permite viver outras paixões mas lembrando de se colocar em primeiro lugar…

    Curtido por 1 pessoa

    • …lendo novamente a letra de rendezvous 18.6y, retiro o que disse; ela parece menos sobre amor próprio e mais como uma repetição do ciclo começado em love4eva. Pelo jeito a quebra do ciclo vai ficar pro repackage, mesmo.

      Curtido por 1 pessoa

      • Siiim, a construção das tracklists dos EPs do LOONA são invejáveis, dá pra ver como teve um planejamento por trás e realmente todas as músicas e suas respectivas letras tiveram sua razão e estar ali naquela exata posição, mas no fim eu preferi mais as letras do que as melodias mesmo kkkk

        E sobre vê-las como inimigas, pra mim é até engraçado, porque é como se as personagens da fanfic aparecessem só nos clipes e, no Loona TV, as integrantes seriam só elas mesmo kkkk

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s