Maverick, The Boyz: Tá, eles são bonitos e fazem fanservice… Algo mais?

Eu nem vou fazer a fina e fingir que não fiz este post só pra descer o pau no The Boyz, porque faz, literalmente, mais de um ano que eles tão conseguindo lançar músicas copiando as do Stray Kids (só que pior). O comeback de verão deles até conseguiu se diferenciar um pouco, porque, olha, dando uma olhada em Maverick…

… tá a mesma porcaria de sempre.

Eu tenho um certo ranço do The Boyz por ser um grupo que me cativou muito no começo de carreira e acabou indo pra um caminho genérico e inespecífico assim que fizeram sucesso. Sei que o grande gimmick do grupo é ser um exército de homens bonitos e bem produzidos, mas isto não é uma desculpa pra lançar música ruim atrás de música ruim (Nine Muses aí existiu PROVANDO que você pode comprar umas demos legais mesmo sendo o conceito do seu grupo uma coisa mais visual).

E, quando eu digo “ruim”, eu não quero dizer que o estilo em si é ruim. Eu já estou terminando meu primeiro ano da faculdade de Artes Visuais, e o que estou vendo na faculdade já está me trazendo a ideia de que muitas propostas são interessantes e dependem muito da subjetividade de para quem é direcionada. Meu problema com o The Boyz não é eles apostarem em refrãos desconexos e barulhentos que não conversam nem um pouco com os conceitos, os integrantes e até os outros dois terços da própria faixa. Meu problema é que o Stray Kids faz isto há mais tempo, com mais consistência e, consequentemente, faz MELHOR.

Falta no The Boyz um tipo de identidade. Todo grupo que começa a hitar traça um certo caminho para si em meio ao imaginário popular. Sempre tem algum ponto nos lançamentos que sempre dá as caras não importa o comeback, e não aparece em mais nenhum outro grupo igualmente famoso do mesmo jeito. Mas, no caso do The Boyz, eu não consigo perceber isto: tudo parece uma concha de retalhos.

É como se tivessem percebido o apelo do Stray Kids (que, querendo ou não, foram os grandes precursores da popularização do som industrial no k-pop) e juntado com a cara mais padrão dos integrantes, gerando uma versão mais “soft” do que a boyband da JYP entrega. Em Maverick eu até consigo OUVIR as vozes de catarro do Stray Kids no refrão!

더보이즈(THE BOYZ) on Twitter: "THE BOYZ 3RD SINGLE ALBUM [MAVERICK] ARTWORK  IMAGE 2021.11.01 6PM Release #THEBOYZ #더보이즈 #MAVERICK  https://t.co/EGaXFSJeSD" / Twitter

No fim, Maverick é exatamente o que eu previa, mas, enquanto o grupo faz sucesso tendo um retorno apostando nesse direcionamento, acho bem difícil tentarem algo diferente. O jeito é esperar pra ver se num provável comeback de verão no ano que vem eles soem um pouco menos como o Stray Kids, que nem foi este ano…

O Aquário Hipster também tem twitter! Segue lá: @AquarioTutu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s