Trauma, SF9: Aperfeiçoando ainda mais o sexy sem ser vulgar

Escutar um comeback do SF9 é um deleite. O grupo conseguiu estar fora da onda industrial e pesadona que popularizou entre as boybands nos últimos anos, deixando-os destacáveis no cenário por mais genéricos que os singles deles pudessem ser. Depois de Tear Drop (que foi em Julho), eu não esperava que a FNC já fosse dar mais um comeback pra eles, ainda mais com um mini-álbum de SETE faixas, mas aqui estamos nós… (o hype pós-Kingdom é real).

Que DELÍCIA!

Trauma é um dance-pop sombrio, refinado, bem produzido, que consegue conversar com a discografia da boyband sem soar semelhante demais com o que eles já lançaram. Existiu um investimento maior (tanto sonoro quanto visual) para Trauma soar memorável e isto é algo bem perceptível em vários momentos do single.

A proeminência do rapper na segunda rodada de versos. A complexidade dos passos de dança (que usam até cadeiras!). O investimento em um cenário um pouco mais marcante para o clipe. Os figurinos dos integrantes sendo mais diferenciáveis e menos monocromáticos entre si… Todos estes elementos elevam o lançamento para algo além do seu típico “single sexy do SF9” e o fazem funcionar melhor numa primeira impressão do que os últimos comebacks deles desde Now or Never (Summer Breeze é diferenciável, mas ainda assim soou muito parecido com o que o AOA, que é da mesma empresa, tinha tentado um pouco antes).

Depois, no repeat, a faixa de convida a ser ouvida de novo e de novo, com vários elementos sendo infundidos no ballroom (tem até uma parte com sintetizadores meio dancehall) até nos vermos mergulhado na melodia enquanto as vozes deles vão fazendo o contraste necessário para cada sessão da faixa soar interessante por si só. Acho que este é o primeiro single do SF9 que consigo diferenciar umas cinco/seis vozes diferentes e, pra um grupo tão grande, isto é um feito e tanto.

Eu já falei aqui que o grupo seria um “nine muses masculino”, mas, na verdade, depois desse lançamento, ouso dizer que eles estão se inspirando MESMO é no 2PM: um grupo de gostosões que lançam demos super sexies com coreografias complexas e vários takes pra te deixar ÚMIDA! A própria coreografia de cadeiras sugere isto… A última boyband que eu lembro de usar este gimmick (muito mais comum em girlgroups) é o 2PM mesmo…

O álbum também está uma delicinha, conseguindo variar entre o sexy e o emocional de uma forma bem competente. Ouso dizer que é o melhor do grupo até agora, conseguindo não soar homogêneo DEMAIS (como costumava ocorrer com todos os álbuns deles desde que estabeleceram a coesão nos singles) e talvez até pegue um lugar no TOP10 de melhores álbuns do ano o_o’

RUMINATION - Single by SF9 | Spotify

E a participação no Kingdom não fez SF9 jogar sua coesão no lixo pra seguir uma modinha (cof cof The Boyz), com o grupo conseguindo se tornar ainda mais especialista no que faz e se superar dentro do próprio meio… Não imaginava que eles fossem conseguir superar o primeiro sexy sem ser vulgar deles (Now or Never), que amo, mas eles CONSEGUIRAM.

Sério, se você tá dormindo pro SF9, ainda dá tempo de acompanhar, porque as chances de eles decepcionarem é pequena.

O Aquário Hipster também tem twitter! Segue lá: @AquarioTutu

3 comentários em “Trauma, SF9: Aperfeiçoando ainda mais o sexy sem ser vulgar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s